CFDs são instrumentos complexos e implicam um alto risco de perda rápida de dinheiro devido à alavancagem. 87.41% das contas de pequenos investidores perdem dinheiro com a negociação de CFD com este fornecedor. Deve ponderar se compreende como os CFDs funcionam e se pode assumir o alto risco de perder o seu dinheiro.

Scan to Download ios&Android APP

O que é uma ordem do dia?

Guia de ordem do dia
Share this article

Sempre que negoceiam, os investidores têm a opção de colocar as suas diferentes ordens, cada uma delas adicionando diferentes parâmetros à sua negociação. Um destes tipos de ordem é a ordem do dia, uma ordem com regras para comprar ou vender um título até ao final do dia de negociação.

Onde ouviu falar de ordens do dia?

Quase todas as ordens de bolsa que dá são consideradas ordens do dia, a não ser que seja especificado de forma diferente. Pode querer que o seu corretor o contacte um dia após a ordem para ver se pretende renová-la para assim a mesma se manter por mais um dia.

O que precisa de saber acerca de ordens do dia...

As ordens do dia existem para dar, a si, o investidor, controlo. Por exemplo, se não tiver forma de contactar o seu corretor por um determinado período de tempo, definir os limites de duração das suas ordens permite-lhe continuar a negociar, mesmo quando se encontra fora da ação.

As ordens do dia funcionam através de uma definição de parâmetros para esse dia, e se esses parâmetros forem atingidos, comprará ou venderá um título. Caso contrário, nada acontecerá. Pode colocar uma ordem do dia junto do seu corretor para 200 ações até £5. Então, se ao final do dia, as ações não tiverem atingido esse valor, (digamos que não desceram abaixo de £5,50), a sua ordem não passou e não continua para o dia seguinte.

O mesmo se aplica a venda. É você que define as regras, mas se as mesmas não forem atingidas, não há lugar a venda.

Termos relacionados

Ainda à procura de uma corretora em que possa confiar?

Junte-se aos mais de 480.000 negociadores em todo o mundo que escolheram negociar com a Capital.com

1. Crie e verifique sua conta 2. Faça um depósito 3. Encontre a sua negociação