CFDs são instrumentos complexos e implicam um alto risco de perda rápida de dinheiro devido à alavancagem. 87.41% das contas de pequenos investidores perdem dinheiro com a negociação de CFD com este fornecedor. Deve ponderar se compreende como os CFDs funcionam e se pode assumir o alto risco de perder o seu dinheiro.

Scan to Download ios&Android APP

O que é a gestão da carteira?

Informação básica sobre gestão da carteira
Share this article

A gestão da carteira é a organização dos ativos financeiros de um investidor para reduzir o risco e maximizar o rendimento. Isso implica tomar decisões calculadas sobre investimentos e utilizar estratégias de negociação.

Onde ouviu falar de gestão da carteira?

Se tem uma carteira de investimentos, provavelmente foi avisado sobre a importância da gestão da carteira.

O BNP Paribas foi recentemente notícia por cortar €3 biliões em ativos ponderados pelo risco da sua carteira de empréstimos. Isso levou a que o banco francês ficasse conhecido como o "Gestor de carteiras de crédito do ano" nos ‘Risk Award’

O que precisa de saber acerca da gestão da carteira...

Há cinco aspetos principais a ter em consideração para gerir a sua carteira de forma eficaz:

Tolerância face ao risco – tradicionalmente, quanto maior o risco maior o rendimento. Se assumir grandes riscos, pode obter ou grandes rendimentos ou grandes perdas, mas se evitar o risco completamente é pouco provável que obtenha qualquer um dos dois. A sua carteira ideal deve encontrar um equilíbrio de risco cuidadoso dependendo da sua tolerância ao risco.

Medida do desempenho – estabelecer uma referência e medir a forma como os seus investimentos se comportam permite-lhe manter um registo de quaisquer erros e determinar o rácio de risco-rendimento. Se recorrer a um gestor de carteiras, lembre-se de ter em consideração o estilo de investimento desse gestor na gestão de desempenho da sua carteira.

Alocação de ativos – os ativos movimentam-se de formas diferentes e têm diferentes níveis de estabilidade. Escolher uma mistura de ativos pode ajudar a reduzir o risco e a maximizar o rendimento ao ponderar adequadamente volatilidade e investimento.

Diversificação – a volatilidade dos mercados e o risco envolvido no investimento podem ser mitigados pelo investimento em vários títulos, mercados e setores económicos diferentes. Isso significa que se houver uma quebra de bolsa, não perderá todo o seu dinheiro.

Reajustamento – os valores de mercado dos títulos mudam ao longo do tempo, afetando assim o rendimento dos seus investimentos bem como o seu peso na sua carteira. Reajustamentos regulares da sua carteira garantem-lhe a manutenção de um bom equilíbrio entre risco e rendimento, devolvendo a ponderação dos ativos para o seu nível inicial.

Termos relacionados

Ainda à procura de uma corretora em que possa confiar?

Junte-se aos mais de 475.000 negociadores em todo o mundo que escolheram negociar com a Capital.com

1. Crie e verifique sua conta 2. Faça um depósito 3. Encontre a sua negociação