CFDs são instrumentos complexos e implicam um alto risco de perda rápida de dinheiro devido à alavancagem. 87.41% das contas de pequenos investidores perdem dinheiro com a negociação de CFD com este fornecedor. Deve ponderar se compreende como os CFDs funcionam e se pode assumir o alto risco de perder o seu dinheiro.

Scan to Download ios&Android APP

O que é um derivado?

Compreender derivados
Share this article

Derivados são instrumentos financeiros que “derivam” do valor de um ativo que lhe está subjacente. São frequentemente utilizados por investidores como cobertura ou proteção contra o risco. Trata-se de especular sobre o valor futuro de alguma coisa, normalmente um ativo subjacente como ações ou obrigações. Se especular que as suas ações vão descer abruptamente, por exemplo, ainda pode obter algum rendimento se isso acontecer.

Onde ouviu falar de derivados?

Em todo o lado! Desde a década de 1980 que os derivados têm sido grandes notícias e por vezes más. Foram acusados de serem uma das causas da recessão económica global de 2008. Contudo, continuam a ser utilizados por um grande grupo de investidores que pretende beneficiar de oscilações súbitas de preço.

O que precisa de saber acerca de derivados...

Os derivados podem estar presos aos movimentos de preço dos ativos, como ações, obrigações, moeda estrangeira e taxas de juro. Mas também podem estar relacionados com inflação, preços de imobiliário e, em alguns casos, até no tempo atmosférico!

Falando com rigor, há apenas três tipos de derivados: contratos de futuros, e também contratos a prazo ou forward e contratos de opções. Os futuros e os forward são essencialmente a mesma coisa, exceto que, no caso dos últimos, espera-se que mantenham em vigor até ao termo do ativo em causa, e os outros não.

Um contrato de futuros ou forward é um acordo para comprar o ativo a um preço definido numa data definida. Uma opção dá o direito, mas não a obrigação, de fazer o mesmo.

Swaps tecnicamente não são derivados, embora sejam amplamente considerados como tal. Envolvem a troca de instrumentos financeiros.

Contratos por diferença (CFDs) têm muitas propriedades dos derivados no sentido em que permitem aos negociadores assumir posições num ativo subjacente.

Termos relacionados

Ainda à procura de uma corretora em que possa confiar?

Junte-se aos mais de 485.000 negociadores em todo o mundo que escolheram negociar com a Capital.com

1. Crie e verifique sua conta 2. Faça um depósito 3. Encontre a sua negociação